SindSaude Sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Notícias

Imprimir
  • 15/10/2019

    Mais um direito roído

    Mais um direito roído
    Deputadas/os chancelam a morte da Licença Especial
    Foi aprovado em segunda votação nesta terça-feira, 15/10, o PLC - Projeto de Lei Complementar - 9/2019, que retira o direito à Licença Especial para o funcionalismo público. O resultado da votação ficou em 37 parlamentares favoráveis ao PLC, contra 13 contrários à retirada do direito.

    Embora o governador, Ratinho Junior, tente vender a ideia de que o PLC cria um novo modelo de licença para capacitação, o texto do Projeto não diz como isso vai acontecer nem qual o valor e até mesmo como vai pagar para quem já adquiriu direito. Já as/os futuras/os servidoras/es, sequer vão saber o que é isso.

    Enfrentamento – As galerias da Assembleia Legislativa ficaram lotadas. Servidoras/es da Saúde, da Educação, da Segurança Pública, das Universidades e do Meio Ambiente lutaram juntos contra o fim da Licença Especial. Em alto e bom som dissemos que as/os parlamentares serão cobradas/os por esse posicionamento.

    O Fes – Fórum das Entidades Sindicais -, do qual o SindSaúde é um dos coordenadores, seguirá na luta. Esse processo de implantação do projeto ultraliberal dos governos Federal e do Paraná quer um estado mínimo. Para isto, retira direitos daqueles e daquelas que fazem o desenvolvimento do Estado. Este projeto, que prevê a extinção das políticas sociais e as entrega para a o capital, já nos deixou com o salário 17% menor e agora acaba com a Licença Especial. Só com luta e união será possível impedir o projeto de desmonte do estado e da corrosão da soberania nacional. Vamos à luta! Até a vitória, sempre!

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS