SindSaude Sábado, 20 de outubro de 2018

Notícias

Imprimir
  • 13/12/2016

    PEC da Morte é um atraso de vida!

    PEC da Morte é um atraso de vida!
    Emenda à Constituição é aprovada no Senado

    Agora ferrou bonito. A Proposta de Emenda Constitucional 55, a chamada PEC do Fim do Mundo e PEC da Morte, é por demais lesiva à classe trabalhadora e à população que mais precisa de serviço público, gratuito e de qualidade. A PEC foi aprovada hoje, 13/12, em segundo turno no plenário do Senado. Foram 53 votos favoráveis e 16 contrários. Não houve abstenção.

    Mas a mentira do que realmente é essa proposta foi “muito bem contada” pela grande mídia, que passou a chamar de PEC do Teto. Pode? Só se for PEC do Teto rebaixado!

    Muita gente sacou o teatro e foi pra rua protestar contra mais esta retirada de direitos. O SindSaúde organizou caravanas a Brasília, quando a proposta ainda estava na Câmara dos Deputados e era a PEC 241.

    Quem ganha? – A vitória é dos banqueiros. É dos megaempresários. É de quem não precisa de escola nem de saúde pública. É de quem sempre teve e sempre terá.

    Quem perde? – A classe trabalhadora e a população usuária. O retrocesso é gigantesco!

    Ressaltamos os dados de pesquisa desenvolvida por técnicos do IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. O estudo mostra que os programas sociais tiveram recurso de 1,26% do PIB em 2015. Com a aprovação da PEC, o gasto vai ser reduzido a 0,7% do PIB em 20 anos. E conclui que em 2036 a assistência social contará com “menos da metade dos recursos necessários para manter a oferta de serviços nos padrões atuais”. Isso significa que a perda acumulada do setor será de 868 bilhões de reais.

    Na Saúde, 654 bilhões de reais deixarão de ser investidos. Parece estar decretada a morte das universalidades e da integralidade do acesso à saúde. 

    Desesperados à toa? Jamais! – Olha só, essa PEC reduz o gasto no serviço público. A população terá menos acesso. O funcionalismo terá menos salário. O povo, menos condições de trabalho. Já os bancos nacionais e internacionais estão felizes. Eles vão abocanhar mais e mais recursos públicos.

    Tem gente que comeu pelas mãos da mídia e está aplaudindo a aprovação desta PEC. Só que quando perceberem o tamanho do estrago, o mal já estará espalhado por todo canto.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS