SindSaude Terça-feira, 26 de março de 2019

Notícias

Imprimir
  • 14/03/2007

    Assédio moral continua. Deputados não derrubam veto

    Assédio moral continua. Deputados não derrubam veto
    O circuito de televisão do Ed. Tibagi registrou as faces dos assaltantes
    Autor do projeto diz que o reapresentará nesta legislatura
    Em sessão que só terminou na noite de 13 de março, a Assembléia Legislativa manteve o veto do governador Requião ao projeto que propunha a punição aos atos de assédio do moral na administração pública. Eram necessários 28 votos para derrubar o veto, mas apenas 20 deputados se posicionaram em favor do projeto de lei. Outros 22 parlamentares acataram o veto e 11 não estavam presentes. O deputado que preside a sessão não vota. Servidores da saúde pública de diversos setores atenderam ao chamado do sindicato e compareceram na Assembléia Legislativa para acompanhar a votação. Mesmo sem alcançar êxito, lutar pelos nossos direitos é importante exercício de cidadania. Precisamos persistir na defesa de leis que coíbam o assédio moral, até conseguirmos a vitória. O deputado Tadeu Veneri (PT) já anunciou que reapresentará a proposta nesta nova legislatura. Será a quarta tentativa. O veto refere-se a um projeto aprovado na legislatura passada.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Notícias relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS