SindSaude Quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Notícias

Imprimir
  • 05/12/2019

    Ilegal, imoral e nefasta

    Ilegal, imoral e nefasta
    Milhares de policiais foram deslocados para Ópera de Arame/ Foto: Mauren Luc/ Plural
    43 deputadas/os aprovam a PEC do Rato e demais mudanças na previdência

    Com o voto de 43 deputadas/os estaduais, a PEC do Rato – PEC 19/2019 – e demais projetos de lei que mexem na previdência – 85 e 86 - foram aprovados nesta quarta-feira, dia 4, na Ópera de Arame. Com exceção de quem já têm direito adquirido, todas e todos terão que trabalhar mais para se aposentar.

    Não bastasse a dificuldade maior para a aposentadoria, haverá o aumento imediato da contribuição previdenciária de 11% para 14%. E a lei permite aumentos maiores. Já os as/os aposentadas também terão o desconto previdenciário a partir de 3 mil reais, não mais de seis mil, como era antes. Entre as medidas também está a implantação de um sistema de capitalização na previdência estadual.

    Ilegal – O Projeto de Emenda Constitucional - PEC - 133, chamado de PEC substitutiva, que inclui estados e municípios nas novas regras, ainda não foi aprovada em Brasília. Uma das estratégias das/os deputadas/os de oposição foi acionar a Justiça para impedir que as novas regras estaduais passem a valer antes das federais.

    Imoral – Mais uma vez a Mesa da Assembleia Legislativa, encabeçada pelo presidente Ademar Traiano, passa como um rolo compressor por cima do Regimento Interno da Casa. Por se tratar de uma Proposta de Emenda Constitucional, está previsto que deve haver cinco sessões plenárias entre a primeira e a segunda votação. Ambas foram aprovadas ontem, dia 4.

    Nefasta –Além de prejudicar o futuro das/os servidoras/es, as mudanças vão afetar o presente. Já acumulamos uma perda salarial superior a 20% desde 2015. Agora, mais 3% de retrocesso. Significa dizer que, em janeiro, quando o nosso salário deveria, enfim, subir 2% com o reajuste da data-base, na prática ele vai cair mais 1%.

    Resistência – Não existe outra palavra. O SindSaúde, em conjunto com as outras entidades do Fórum das Entidades Sindicais – Fes –, seguirá na luta para derrubar essas alterações. Seja na via política, seja na via judicial, todos os esforços serão feitos.

    Você pode colaborar para que essa luta seja mais forte. Compartilhe essas informações e chame as/os colegas para fazer o enfrentamento.

    Confira aqui todas as mudanças aprovadas.

    PEC DA PREVIDÊNCIA – PRIMEIRA DISCUSSÃO

    9 NÃO

    43 SIM

    CONTRA
    Anibelli Neto
    Arilson Chiorato
    Boca Aberta
    Goura
    Luciana Fafagnin
    Professor Lemos
    Requião Filho
    Soldado Fruet
    Tadeu Veneri

    A FAVOR
    Adriano José
    Alexandre amaro
    Alexandre Curi
    Artagão Junior
    Cobra Repórter
    Coronel Lee
    Cristina Silvestri
    Delegado Fernando
    Delegado Francischini
    Delegado Jacovós
    Delegado Recalcati
    Do Carmo
    Douglas Fabrício
    Dr. Batista
    Emerson Bacil
    Evandro Araújo
    Francisco Buhrer
    Galo
    Gilson de Souza
    Homero Marchese
    Hussein Barki
    Jonas Guimarães
    Luis Cláurio Romanelli
    Luis Fernando Guerra
    Luiz Carlos Martins
    Mabel Canto
    Mara Lima
    Marcel Micheletto
    Márcio Pacheco
    Maria Vitória
    Mauro Moraes
    Michele Caputo
    Nelson Justus
    Nelson Luersen
    Paulo Litro
    Plauto Miró
    Reichembach
    Ricardo Arruda
    Rodrigo Estacho
    Subtenente Everton
    Tercílio Turini
    Tiago Amaral
    Tião Medeiros

    AUSENTE
    Gilberto Ribeiro

    NÃO VOTA
    Ademar Traiano


    Com informações do Porem.net

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS