SindSaude Terça-feira, 27 de junho de 2017

Notícias

  • 02/05/2013

    Gol contra!

    Gol contra!
    Dilma Rousseff veta Projeto de Lei que instituiria jornada de 30 horas para fonoaudiólogos

    O discurso da presidente Dilma Rousseff de trabalhar pela jornada de 30 horas para os profissionais da saúde está cada vez mais desgastado. Passados quase dois anos e meio de gestão, nada mudou. A última bola fora foi o veto ao Projeto de Lei 119/2010, que propõe a regulamentação da jornada de 30 horas para os profissionais de fonoaudiologia.

    O SindSaúde é a favor da redução da jornada para todos os profissionais da saúde e acredita que qualquer avanço neste sentido é positivo. O PL 119/2010 precisou de quase 10 anos para seguir todos os trâmites burocráticos. Depois de enfim aprovado no Congresso e no Senado, a presidente Dilma jogou tudo no lixo e vetou o Projeto.

    Agora, o PL será analisado por uma Comissão Parlamentar Mista. O problema é que existem três mil vetos à espera desta análise. A fila indica que talvez demore mais uma década para que a proposta volte à tona.

    Conversa mole - As justificativas apresentadas pela presidente para vetar integralmente o PL 119/2010 são as mais esfarrapadas. Dizer que a redução da jornada para fonoaudiólogos compromete as finanças dos municípios das empresas é fugir do debate. É colocar os patrões em primeiro lugar.

    Conversa mole 2 - Mas a desculpa mais descabida usada pelo governo foi a que o aumento do número de profissionais acarretaria mais despesas para municípios e empresas e isso poderia comprometer o atendimento do SUS. Ora, o que pode comprometer o atendimento à saúde é a exposição dos trabalhadores a longas jornadas, a falta de pessoal e as péssimas condições de trabalho.

    Olho neles! - É preciso estar atento à tramitação de projetos como esse para saber qual é o comprometimento do governo federal com o assunto. Pelo visto, tudo que a presidente falou a respeito das 30 horas era ladainha de campanha. Embora a Organização Internacional do Trabalho recomende jornada máxima de 30 horas para todos que trabalham na saúde, Dilma prefere ouvir os municípios e os empresários que reclamam a falta de recursos.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Notícias relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS